Dissertation Writing service Buy Dissertation Online essay writing service cheap essay writing I SEMINÁRIO DE ENSINO DE HISTÓRIA E DESAFIOS DO TEMPO PRESENTE | Programa de Pós-graduação em História

I SEMINÁRIO DE ENSINO DE HISTÓRIA E DESAFIOS DO TEMPO PRESENTE

Português, Brasil
Body: 

Organizado pela linha “Ensino de História e Cultura Regional” do Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal Rural de Pernambuco (PGH – UFRPE), a primeira edição do Seminário de Ensino de História e Desafios do Tempo Presente busca reunir estudantes e pesquisadores para debater o tema “Ensino de História e questões sensíveis”. O evento terá 5 Simpósio Temáticos coordenados por estudantes do PGH, para debates sobre gênero, Direitos Humanos, Religiões, Questões sensíveis e novas estratégias para o Ensino de História. Além disso, o evento terá também mesas redondas com professores da UFRPE e convidados de outras instituições.

INSCRIÇÕES

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas em duas modalidades: ouvinte e apresentação de trabalho. Para se inscrever clique AQUI

PRAZOS

Inscrição como ouvinte      de 07/05 até 15/06
Inscrição para apresentação de trabalho   de 07/05 até 02/06

 

SIMPÓSIOS TEMÁTICOS

ST 1 - Relações de gênero, sexualidade e educação: o ensino de História em perspectivas

Coordenadores:

Allan Alves da Mata Ribeiro (Doutorando em História - PGH- UFRPE)

Ana Gabriella do Espírito Santo (Mestranda em História - PGH- UFRPE)

Este Simpósio Temático objetiva reunir estudos e pesquisas relacionadas ao ensino de História sob a perspectiva das relações de gênero, sexualidades e construção das feminilidades e masculinidades. Observado enquanto campo de significação, o gênero constitui um conjunto de referências para as organizações sociais, estruturando a “percepção e a organização concreta e simbólica de toda a vida social” (SCOTT, 1995, p. 88). Nessa perspectiva, a história, enquanto campo disciplinar, também produz e põe em circulação determinados saberes a respeito das diferenças sexuais. Na esteira da crítica feminista elaborada por Scott (1994, p. 25), salientamos que a história “faz funcionar [...] um tipo particular de instituição cultural que endossa e publicita construções de gênero”. Buscamos discutir o exercício de uma história escolar problematizadora das estratégias de silenciamento e invisibilidade das diferenças historicamente construídas, fortemente presentes na sociedade brasileira e nas nossas práticas educativas majoritárias.

 

ST 2 - Ensino de História e Direitos Humanos: entre a justiça e as negritudes

Coordenadores:

Débora Santos Maciel de Jesus (Mestranda em História - PGH- UFRPE)

João Victor Braga Souza (Mestrando em História - PGH- UFRPE)

A proposta do presente simpósio temático é agregar pesquisas que proporcionem o diálogo entre pesquisadores que se debruçam sobre a produção historiográfica e/ou ensino de História relacionados as questões etnológicas da negritude e os processos relativos aos direitos humanos, considerando no segundo ponto as infâncias e as juventudes e os sistemas jurídicos e legais que permeiam as políticas públicas para essa população. Assim, se faz necessário a correlação entre as práticas vividas quanto experiências e as práticas jurídicas enquanto discurso e também quanto prática a partir das instituições e das ações afirmativas, no intuito de abordar as dimensões políticas, sociais, culturais e econômicas que incidem sobre as realidades de violações de direitos humanos as populações negras e aos infantes de forma geral, problematizando assim, o local social que historicamente foi construído ou negado para esses sujeitos.

 

ST 3 - História, Religiões e Ensino de História

Coordenadores:

José Luciano de Andrade Dias Filho (Mestrando em História - PGH- UFRPE)

José Pedro Lopes Neto (Mestrando em História - PGH- UFRPE)

Saymmon Ferreira dos Santos (Mestrando em História - PGH- UFRPE)

A proposta deste Simpósio Temático é congregar estudos e pesquisas sobre religiões, reunindo trabalhos que abordem questões teóricas e metodológicas sobre o estudo das religiões, que tratem da história de crenças, dogmas, política e religião, confissões religiosas, gênero e religião, sobre intelectuais e religião, diálogos religiosos, práticas e representações religiosas e produção de crenças. O ST abrigará também trabalhos que discutam questões sobre a relação entre ensino de História e Religiões, educação e intolerância religiosa e ensino religioso. Dessa forma sob uma perspectiva ampla, objetivamos dialogar com os vários temas que abarcam as religiões e suas conexões com o social, político, educacional e teológico.

 

ST 4 – Ensino de História e temas sensíveis: questões para o Tempo Presente

Coordenadores:

Alana de Moraes Leite (Doutoranda em História - PGH- UFRPE)

Pedro Felipe Ribeiro Silva (Mestrando em História - PGH- UFRPE)

Existe hoje uma gama de documentos publicados pelos organismos internacionais – a título de exemplo, a estrutura jurídica dos genocídios e violações dos Direitos Humanos, determinados na Convenção de Genebra (1949) e a Convenção Internacional sobre Prevenção e Repressão do Crime de Genocídio da Organização das Nações Unidas – ONU (1948), que buscam reprimir e prevenir para que o brado do nunca mais dirigido aos eventos traumáticos, de fato, não voltem a se repetir. Apesar disso, desde os Hereros até os microfascismos existentes em instituições do Estado no tempo presente, a lição que a História nos dá é que o ódio, como ensinou Peter Gay, pode ser cultivado e o “outro conveniente” socialmente construído. Este Simpósio Temático, coloca-se como um espaço de reflexão sobre questões sensíveis ou traumáticas no processo de ensino e aprendizagem de História, discutindo as possibilidades de introduzir na sala de aula debates em torno de temas relacionados às atrocidades que pessoas e grupos sofreram no passado através de guerras, encarceramentos, tortura e demais instrumentos de impedimento à vida. Trata-se de questões, por vezes, conflituosas no consentimento da sociedade, gerando uma guerra de narrativas, onde essas disputas se fazem presentes na formulação curricular de um passado ensinado na escola. São abordagens que, partindo do passado recente, causam diferentes emoções e posicionamentos, fazendo-se necessária a reflexão crítica sobre esses atos na realidade atual, apontando um sentido social para o conteúdo histórico escolar. Para tanto, pretendemos reunir professores e pesquisadores ligados ao ensino de História que compartilhem pesquisas, práticas e experiências significativas de atuação com questões sensíveis referentes à violação dos direitos humanos.

 

ST 5 – Estratégias inovadoras para o ensino de História

Coordenadores:

Ana Cláudia Pontes de Lima (Mestranda em História - PGH- UFRPE)

Goreti Pélagué Pereira da Silva (Mestranda em História - PGH- UFRPE)

Márcio Vitor Santos (Mestrando em História - PGH- UFRPE)

Este simpósio temático se dispõe a propiciar a reflexão sobre práticas, recursos, abordagens e estratégias didáticas que podem tornar o ensinar e aprender história um processo enriquecedor e significativo, tanto para educadores quanto para educandos. A fim de contribuir para o ensino e aprendizagem da história escolar, abordamos temáticas como o ensino de história local, o ensino de história em espaços museais e o uso de recursos pedagógicos como histórias em quadrinhos (HQs) nas aulas de História. “O conhecimento é construído a partir da internalização dos conceitos aprendidos culturalmente por intermédio da interação com o outro. Por isso, a escola deve criar situações de aprendizagem em que as crianças troquem experiências e, em seguida, com a mediação do professor, sistematizem as trocas realizadas.” (NEMI, 2009, p. 41).

 

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS

O resumo expandido deve ter de 3 a 5 laudas, estruturado da seguinte forma:

  • Fonte Arial
  • Título em caixa alta, centralizado e em negrito, tamanho 14
  • Nome do(s) autor(es) alinhado à direita em negrito, tamanho 12, com vínculo institucional e e-mail logo abaixo sem negrito e no mesmo tamanho
  • Resumo com até 200 palavras, fonte 11 e espaçamento simples
  • Palavras-chave: de 3 a 5, separadas por ponto e vírgula
  • As divisões do texto (INTRODUÇÃO, MATERIAIS E MÉTODOS, RESULTADOS E DISCUSSÃO, CONSIDERAÇÕES FINAIS E FONTES E REFERÊNCIAS) em caixa alta, alinhados à esquerda e tamanho 12
  • O corpo do texto deve ser justificado, com espaçamento 1,5 e sem espaço entre os parágrafos.
  • As referências devem ser feitas no corpo do texto no modelo (AUTOR, ano, p.), as notas devem ser feitas no rodapé e devem ter caráter explicativo.

Clique AQUI para baixar o modelo do resumo xxpandido

A publicação do resumo expandido nos anais do evento está condicionada à aprovação dos coordenadores dos Grupos de Trabalho e à participação do(a/s) autor(a/as/es) no evento.

Contato através do e-mail sehdtp@gmail.com

Tags: 
Eventos
arquivo: 
AnexoTamanho
Modelo Resumo Expandido.docx461.12 KB