Credenciamento Docente

Corpo Docente

O Corpo Docente do PGH é constituído por professores/as da UFRPE com título de Doutor em História, ou em áreas afins, com atestada capacidade de pesquisa acadêmica.

Os docentes do PGH são enquadrados nas seguintes categorias (definidas pela Portaria 2 de 04/01/2012 da CAPES):

  • Docentes Permanentes.
  • Docentes Colaboradores.
  • Docentes Visitantes.

Os Docentes Permanentes constituem o núcleo principal de pesquisadores do PGH. Os Docentes Permanentes têm como obrigações:

  • Ministrar ao menos uma disciplina por ano no PGH.
  • Desenvolver ao menos um projeto de pesquisa no PGH.
  • Orientar ao menos um aluno de pós-graduação do PGH.
  • Participar das comissões internas do PGH.
  • Manter produção técnico-científica constante.

Os Docentes Colaboradores são pesquisadores que desenvolvem atividades complementares do PGH. Os Docentes Colaboradores têm como compromissos:

  • Desenvolver atividades de ensino no PGH.
  • Participar de projetos de pesquisa no PGH.
  • Co-orientar alunos de pós-graduação do PGH.
  • Os Docentes Colaboradores corresponderão a no máximo 20% do total do Corpo Docente.

Os Professores Visitantes são aqueles que atuam no PGH por curto período de tempo, sem manterem vínculo institucional. Os Docentes Visitantes têm como compromisso:

  • Desenvolver atividades de ensino no PGH.
  • Desenvolver projetos de pesquisa no PGH.
  • Inclui-se nesta categoria quem realiza estágio de Pós-Doutorado.

Do credenciamento docente

A solicitação de credenciamento como Docente Permanente, Colaborador ou Visitante do PGH será feita pelo interessado, em fluxo contínuo, mediante processo administrativo dirigido ao CCD do PGH.

  • O número de Docentes Colaboradores não excederá 30% do número de Docentes Permanentes.
  • O número de Docentes Visitantes não excederá 20% do número de Docentes Permanentes.
  • Poderão fazer parte do Corpo Docente pesquisadores/as ligados a outras instituições de pesquisa e/ou de ensino superior do país ou do exterior até o limite de 30 % do total do Corpo Docente.

A solicitação de credenciamento como Docente Permanente, colaborador ou visitante será avaliada pelo CCD com base na produção bibliográfica e científica dos últimos três anos do pesquisador.

Para ingresso como Professor Permanente será exigida uma produção total (considerando o semestre da solicitação) igual ou superior a:

  • 150 Pontos em artigos publicados em periódicos científicos, considerando a tabela Qualis Periódicos da Área de História da Capes.
  • 3 produções técnicas, considerando comunicações científicas, organização de eventos, pareceres e relatórios, sendo, preferencialmente, uma por ano.
  • 3 orientações de iniciação científica ou equivalente.

Para ingresso como Professor Colaborador será exigida uma média anual (considerando o ano da solicitação) igual ou superior a:

  • 100 Pontos em artigos publicados em periódicos científicos, considerando a tabela Quais Periódicos da Área de História da Capes.
  • 2 produções técnicas, considerando comunicações científicas, organização de eventos, pareceres e relatórios, preferencialmente em anos diferentes.

Para ingresso como Professor Visitante será exigida uma média anual (considerando o ano da solicitação) igual ou superior a:

  • 50 Pontos em artigos publicados em periódicos científicos, considerando a tabela Qualis Periódicos da Área de História da Capes.
  • 2 produções técnicas, considerando comunicações científicas, organização de eventos, pareceres e relatórios.
  • Plano de Trabalho para o período como Docente Visitante, explicitando o projeto de pesquisa e as produções técnicas e científicas que serão desenvolvidas.

Do Recredenciamento docente

No semestre da divulgação dos resultados da avaliação da Pós-graduação realizada pela Capes, o CCD, ou comissão por ele designada, fará a avaliação de todos os docentes permanentes e colaboradores, podendo recredenciar, descredenciar ou mover entre as categorias.

O recredenciamento como Docente Permanente será avaliado pelo CCD, ou comissão por ele designada, com base na produção bibliográfica e científica dos últimos quatro anos do pesquisador, registrada na Plataforma Sucupira, sendo exigido o mínimo de:

  • 200 Pontos em produção bibliográfica de artigos publicados em periódicos científicos, livros e/ou capítulos de livros, conforme avaliação quadrienal da Área de História da Capes.
  • 3 produções técnicas, considerando comunicações científicas, organização de eventos, pareceres e relatórios, sendo, preferencialmente, uma por ano.
  • 3 orientações de iniciação científica ou equivalente.